Como montar uma loja de presentes e artigos de decoração

Aviso: Antes de conhecer este negócio, vale ressaltar que os tópicos a seguir não fazem parte de um Plano de Negócio e sim do perfil do ambiente no qual o empreendedor irá vislumbrar uma oportunidade de negócio como a descrita a seguir. O objetivo de todos os tópicos a seguir é desmistificar e dar uma visão geral de como um negócio se posiciona no mercado. Quais as variáveis que mais afetam este tipo de negócio? Como se comportam essas variáveis de mercado? Como levantar as informações necessárias para se tomar a iniciativa de empreender

O ato de presentear representa uma das manifestações comportamentais mais marcantes da cultura mundial. O presente simboliza a reafirmação de vínculos e o fortalecimento do relacionamento com parentes e amigos. O varejo estimula ainda mais este comportamento, promovendo o consumo nas datas comemorativas. Não faltam, ao longo do ano, ocasiões festivas para presentear os entes queridos: dia dos pais, dia das mães, dia das crianças, dia dos namorados, dia dos professores, natal, páscoa, casamentos e aniversários.

Segundo pesquisas norte-americanas, cerca de 10% das vendas mundiais de produtos são destinadas para presente. Somente no Natal, gastam-se US$ 145 bilhões em todo o mundo. No Brasil, práticas corporativas como o amigo secreto tornam obrigatório o ato de presentear, independentemente do grau de simpatia ou afeição com o colega presenteado. Ou seja, o mercado para o surgimento de lojas de presentes é próspero e sem previsão de arrefecimento.

O principal objetivo de quem entra em uma loja de presentes é encontrar com rapidez e facilidade o presente ideal. A variedade de produtos é fundamental para a atração de clientes. Os artigos mais procurados são bichinhos de pelúcia, porta-retratos, bijuterias, lembrancinhas, arranjos de flores e, principalmente, artigos de decoração. Por este motivo, muitas lojas de presentes se especializam na venda de objetos e enfeites residenciais.

Com as complicações urbanas relacionadas a trânsito e violência, o lar transformou-se num ponto de recepção de amigos. A casa passou a ser um centro de entretenimento, que exige atrativos visuais harmônicos e luxuosos. Por isso, além de ser uma boa idéia para presente, os artigos de decoração tendem a agradar tanto os presenteadores quando os presenteados.

Outro fator que contribui para o sucesso do empreendimento é a localização da loja. Pontos com grande fluxo de pessoas (tais como estações de ônibus e metrô, shopping centers, calçadões e centros comerciais) são muito convenientes para a venda de presentes de última hora.

Devido à alta sazonalidade do setor, a previsão de demanda deve ser contemplada no planejamento estratégico da empresa. Mais informações podem ser obtidas por meio da elaboração de um plano de negócios. Para a construção deste plano, consulte o SEBRAE mais próximo.

Capitart Artesanatos

Pesquise no site

Enviados Recentemente

Deixe seu comentário